7 coisas para você olhar na fatura do seu cartão de crédito

 

Muito provavelmente, hoje sua caixa de e-mails está lotada e seu celular tem várias mensagens de SMS e Whatsapp para ler. Muita informação é transmitida diariamente por colegas de trabalho, amigos e familiares, sem contar todas as outras notícias do rádio, TV ou Internet, que lhe impactam sem que você nem perceba. Enfim, existe uma overdose de informação que desvia a atenção de detalhes importantes que podem facilitar muito seu planejamento financeiro.

Para ajudá-lo com dicas simples, muito úteis para o seu cotidiano e que podem fazer diferença no seu orçamento, a equipe da Negocie Com Seu Banco montou uma lista de 7 coisas que você deve analisar na fatura do seu cartão de crédito, todos os meses:

– Observe a data de corte da sua fatura: isso pode fazer diferença no caso de uma compra de alto valor. Quem não quer 30 dias a mais pra pagar?

– Acompanhe a pontuação do Programa de Fidelidade (milhas) do seu cartão. Muita gente tem pontos expirados sem nem perceber. Outros nem sabem que podem ter um cartão com este benefício.

– Quanto você está pagando de anuidade para o cartão principal e para os adicionais? Este valor normalmente é parcelado, e vem misturado com vários outros gastos. Negociar a anuidade é quase um dever do consumidor, pois na maioria das vezes, contactando o atendimento é possível conseguir um bom desconto.

– Pra quem tem gastos no exterior, olhar a cotação do dólar na fatura do cartão de crédito é uma obrigação. Esses valores costumam ser muito diferentes de banco para banco.

– Saber seu limite de crédito também é essencial e muita gente não lembra. Ele é suficiente? E se você precisar viajar?

– Qual é a taxa de juros do limite Rotativo. Quando não for possível pagar integralmente a fatura do seu cartão de crédito, vale a pena pagar o mínimo e rolar a dívida para o mês seguinte? Ou é melhor contratar um empréstimo pessoal no seu banco? Qual a diferença entre estas duas taxas de juros?

– Observe o % do valor das compras parceladas em relação ao total da sua fatura. Esse é um ótimo indicador de como você está gastando.

A Negocie Com Seu Banco acredita no poder de negociação do consumidor, que deve argumentar com convicção para obter as melhores condições no seu relacionamento com o banco, além de pesquisar muito as taxas e tarifas utilizadas no mercado. Será que seu banco tem a melhor taxa de juro disponível ?

Para saber mais sobre argumentos que pode utilizar no momento de falar com o seu gerente, veja nosso E-book de negociação com bancos.

Aproveite também para consultar nosso comparador online de taxas de juros. Ele é gratuito e fácil de usar.

Mais lidas