Negocie Com Seu Banco: fazendo o mês caber no seu salário.

Plasticine businessman figure running upstairs the stacks of coins

 

Em um tempo onde a educação financeira é cada vez mais importante, tornam-se naturais tantas matérias, reportagens e entrevistas tratando da importância de controlar seus gastos. Afinal de contas, é poupando que se protege o bolso.

Você certamente conhece mais de uma pessoa que gasta tudo o que ganha. E o que é ainda pior, não sabe exatamente com o que, ou para onde vai todo o dinheiro. Nos piores casos, o consumidor já começa o mês com a conta no vermelho. Uma pesquisa realizada pelo SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), em janeiro de 2015, mostra que aproximadamente 28% dos brasileiros tornam-se inadimplentes por puro descontrole financeiro.

A receita para escapar deste cenário é simples, e na verdade de tão comentada acaba virando clichê, mas é a verdade. É preciso criar o hábito de fazer e manter o controle do seu orçamento todos os meses. Incluir nele os ganhos e gastos, dos maiores até os mais triviais. Pedir a nota fiscal de suas compras, guardar cupons de consumo ou tickets de cartão de crédito também podem ser úteis para isso, pois a fatura do cartão de crédito é uma boa forma de não esquecer aquela conta parcelada em 10x.

Sem este controle, é muito mais provável precisar pagar o mínimo no cartão de crédito ou recorrer ao limite da conta corrente, endividando ainda mais o consumidor, já que neste caso existe ainda outro gasto importante: os juros, que são mais altos para este tipo de produto. Por mais doloroso que seja, até mesmo estas dívidas devem ser contabilizadas, tornando pior aquilo que já não estava muito bem.

Com planejamento as dificuldades podem ser previstas, e a necessidade de um empréstimo fica evidente. Funciona como num temporal. Sabendo que a tempestade está a caminho, corremos pra nos proteger, mudamos nossos planos, e passamos pela adversidade da melhor forma possível. Contratar antecipadamente um empréstimo numa situação adversa funciona da mesma forma, pois conseguimos superar o problema de forma menos traumática, evitando o pior da tempestade. Mas pra quem já está no meio do ?tufão?, a receita básica é trocar dívidas mais caras por dívidas mais baratas.

Use o simulador da Negocie Com Seu Banco pra pesquisar as melhores taxas e negociar com o seu banco oportunidades que lhe ajudem a sair do problema ainda mais rápido. Será que o seu banco tem a melhor taxa de juros do mercado? Nesta hora, toda ajuda é válida.

Para aqueles que já adotam estas pequenas práticas para uma vida financeira saudável, parabéns. Talvez o próximo passo seja exercer ainda mais seu poder de influência, e ajudar a divulgar estes bons exemplos para pessoas que ainda precisam adotar a mesma filosofia.

Uma forma de fazer isso é indicar as boas práticas recomendadas nos outros artigos da Negocie Com Seu Banco já publicados, que tratam de técnicas e informações para você negociar com o seu gerente.

Mais lidas